Cetose – O Que é, e Como Se Faz a Cetose

A cetose é conseguida com a Dieta Cetogênica, e é uma das formas mais eficazes de queimar gordura no corpo, além de ser totalmente natural.
Com a cetose você terá a queima de gordura a todo instante, e isso sem ter que ficar fazendo horas de exercícios físicos.

O bom é que a cetose acontece em todos os organismos, mas para que a cetose aconteça, tudo depende da quantidade de carboidratos que a pessoa ingere.

Como conseguir fazer a Cetose

Antigamente era muito mais fácil se conseguir fazer a cetose até de uma forma natural, pois não existia essa grande quantidade de carboidratos existentes hoje em dia.

Não se encontravam as quantidades de massas, como pães, bolos, pizzas, etc… E também outros carboidratos como açúcares em grandes concentrações encontrados em sorvetes, doces, bombons, etc.

Quando você não come carboidratos que irão se transformar em glicose, o seu corpo tem um combustível natural e pouco conhecido que é chamado de corpos cetônicos.

E ao contrário do que se imagina, nossos organismos funcionam muito bem com os corpos cetônicos, ou seja, sem a glicose.

Hoje, com a nossa cultura na dieta moderna, é muito fácil ingerir carboidratos em nossa dieta diária, esse processo do nosso organismo criar corpos cetônicos é muito mais difícil.

Você consegue fazer a cetose facilmente fazendo dietas com baixos teores de carboidratos, as famosas dietas low carb.

A Dieta Cetogênica é famosa por ser uma dieta low carb.

Origem dos Corpos Cetônicos no Corpo

A cetose ocorre com a quebra de gorduras corporais, esse processo é chamado cetogênese, ocorrendo em duas situações:
1º Quando as quantidades de estoques de glicose no organismo estiver escassa, provenientes da alimentação, ou do glicogênio que é uma forma que o organismo faz para armazenar glicose em no nosso corpo.

2º Quando no seu sangue você estiver excesso de glicose, e assim seu organismo fica sem capacidade de armazenar o glicogênio no fígado e nos músculos, e em ambos os casos o nosso corpo precisa de uma fonte energética, assim ele vai quebrar as gorduras corporais para obter os corpos cetônicos.

Para ter uma cetose naturalmente é necessário ter em sua dieta baixa ingestão de carboidratos, consumo moderado de proteínas, e níveis elevados de gorduras.

Mesmo ingerindo gorduras, isso não significa que você estará induzindo a produção de altos picos de insulina, pois você estará comendo pouco carboidrato.

Devem-se ter cuidado na ingestão de proteínas quando consumidas em excesso, como algumas dietas propõem como a dieta das proteínas, pois as mesmas também podem ser convertidas em glicose.

Assim essas dietas das proteínas faz com que seu corpo saia da cetose, portanto para se estar sempre em cetose, o consumo das proteínas devem serem moderados.

Dessa forma vai ser reduzido consideravelmente o açúcar e o glicogênio estocados, e assim também os níveis de insulinas vão cair, e dessa forma a energia que será usada vai ser tanto da gordura acumulada, como a gordura da dieta.

Várias dietas além da dieta cetogênica criam a cetose como a Dieta Paleo, e a Dieta Atkins, que são dietas low carb, assim todas essas dietas provocam um processo de queima de gordura por 24 horas por dia.

Tipos de Cetose

Existem dois tipos de cetose, e vou explicar cada uma delas, pois as mesmas tem funções diferentes em nosso corpo.

O primeiro tipo de cetose é a cetose nutricional, que nada mais é que induzir ela por meio da alimentação com baixos teores de carboidratos.

O segundo tipo de cetose é a cetoacidose diabética, que ocorre basicamente em pacientes diabéticos tipo 1 que não conseguem produzir insulina.

Como não há insulina, a glicose não consegue entrar na célula, assim ficando em níveis muito elevados no sangue, e assim o corpo precisa de energia produzindo corpos cetônicos.

Nesse caso há um desregulamento nos níveis de corpos cetônicos e podendo alterar os níveis de ph do sangue e assim colocando até em risco a vida desse paciente com diabetes.

Portanto se você não tem diabetes, é praticamente impossível provocar níveis tão altos de corpos cetônicos a ponto de causar a cetoacidose.

Saiba mais: http://dietacontracancer.com/

Dieta Cetogênica Curando Câncer, Diabetes, Epilepsia, e Alzheimer – CURA

Como a Dieta Cetogênica Cura 4 Doenças Devastadoras

Segundo a doutora Newport, a dieta cetogênica câncer é capaz de curar essas quatro doenças terríveis que são consideradas como incontroláveis e se cura.

Ela é defensora dessa dieta há muitos anos, até porque a dieta cetogênica é uma dieta muito estudada por vários laboratórios no mundo todo.

Segundo estudos, a dieta cetogênica trata dos canceres pois não tem açúcar e assim mata o câncer, também trata diabetes, epilepsia, Alzheimer, e também um dos grandes vilões pós fast-food, comidas processadas, e industrializadas, que é a obesidade.

O seu marido estava muito doente e não reagia com os tratamentos convencionais, então foi pesquisar até que acho artigos falando sobre o óleo de coco.

No princípio ela desconfiou um pouco, mas o óleo de coco é a base da dieta cetogênica câncer, Alzheimer, epilepsia, e diabetes, que preveni e trata todos os tipos de canceres, reverte a diabetes Tipo 2, e pré-diabetes, controla a diabetes Tipo 1, assim como trata de doenças degenerativas como o Alzheimer.

A doutora Newport já havia feito vários testes com o seu marido, como o teste do relógio, que a pessoa que está com um distúrbio cognitivo não consegue desenhar um relógio, então foi que ela começou a fazer o tratamento dele com óleo de coco.

Após 14 dias fazendo a dieta ingerindo o óleo de coco, os resultados foram impressionantes, pois o seu esposo já conseguiu fazer um relógio de ponteiros.

Após 37 dias da ingestão do óleo de coco, o relógio já estava muito mais parecido com um relógio de ponteiros. As melhoras foram tão grandes que um tempo depois o seu esposo chamado Steve voltou até a dirigir.

Depois disso ela resolveu publicar um livro que é best seller no New York Times.

Corpo Cetônicos e a Sua Importância Na Dieta Cetogênica

Os corpos cetônicos são os combustíveis para a sobrevivência do nosso cérebro.

O câncer é liquidado quando não há a ingestão do carboidrato, pois o câncer se alimenta de glicose.

Estudos em laboratórios, foram feitos testes em camundongos, cujo era injetadas células cancerígenas. Após isso, os camundongos passam por um tipo de dieta, e o camundongos que foram submetidos a dieta cetogênica câncer foram curados, e o restantes dos camundongos morreram.

Isso se deve ao fato de tanto a glicose, quanto os corpos cetônicos são combustíveis, e as células normais conseguem queimar tanto a glicose, quanto os corpos cetônicos, já as células cancerosas não conseguem queimar os corpos cetônicos, portanto se não fornece a glicose para as células cancerosas, mas somente os corpos cetônicos, essas células cancerígenas morrem.

Carboidratos Essenciais – A Polêmica

Existem uma série de polêmicas entre as autoridades médicas, pois muitos acham que os carboidratos são essenciais, mas a grande verdade é que não existem carboidratos essenciais, existem sim aminoácidos essenciais, ácidos graxos essenciais.

Portanto, não existem carboidratos essenciais, e isso se deve ao fato de que se o corpo precisar de glicose, ele simplesmente fabricar, extraindo a glicose tanto de gorduras, quanto de proteínas.

Diabetes – Uma Doença Nutricional

A cura e controle da diabetes vem sendo palcos de muitas discussões e polêmicas, pois a maioria dos médicos apenas medicam os pacientes com a diabetes, mas não tratam dela, prova disso, são os pacientes que injetam insulina e que com o passar dos anos injetam cada vez mais insulina.

Isso porque a diabetes não está sendo tratada, mas sim medicada.

Mas, alguns médicos já constataram que a diabetes é uma doença nutricional, portanto os remédios não resolvem no tratamento da mesma.

O tratamento é fornecer os nutrientes, e eliminar os carboidratos da alimentação. Se são eliminados os carboidratos a diabetes desaparece, pois a diabetes é um problema de carboidratos.

Também é muito importante seguir esses seguintes passos:

1º fazer os jejuns intermitentes;

2º Reduzir carboidratos;

3º Aumentar a ingestão de gorduras (gorduras boas), ou seja, aumentar a ingestão de colesterol (os colesteróis não são gorduras, colesterol é um álcool, colesterol é feito dos carboidratos);

4º Aumentar o consumo de fibras;

5º Fazer um de vinagre, pois o ácido acético reduz a resistência de insulina;

6º Fazer ingestão de condimentos (curcuminas) e ervas;

7º Fazer suplementação mitocondrial.

Benefícios ao Fazer a Dieta Cetogênica

Selection of healthy fat sources, copy space

Além de prevenir e curar várias doenças ditas incuráveis, a dieta cetogênica também traz uma série de benefícios para a nossa saúde como:

1º Superioridade metabólica das gorduras metabólicas;

2º Melhora mental que ocorre com o metabolismo cerebral de cetonas;

3º Saúde, e longevidade provenientes do controle da glicemia na presença de cetonas.

Dieta Cetogênica – Anticonvulsivante

Existe uma fundação chamada The Charlie Foundations que fez muitas, e muitas pesquisas com pacientes com epilepsia, e todos os eles, sem exceção foram curados da epilepsia, pois a dieta cetogênica é um poderoso anticonvulsivante.

A dieta cetogênica também faz a supressão de apetite, ou seja, a pessoa perde a compulsão de ficar comendo toda hora.

A dieta cetogênica também é sedativa, ou seja, você tem uma qualidade de sono fantática.

E também faz com que tenhamos uma claridade mental absurdamente melhor após fazer a dieta cetogênica.